Pensando neste início de ano e nos desafios, que assim como eu, você terá de enfrentar, resolvi separar 5 dicas práticas que irão te ajudar a organizar esse fator essencial à sua vida familiar, empresarial e individual: as finanças pessoais!

1. Seja enérgico com as dívidas: Encare-as de frente, sem medo, e decida de uma vez por todas resolvê-las. Primeiramente coloque-as na ponta do lápis e depois defina os prazos possíveis para quitá-las (mas sem alongamentos!). Evite ao máximo entrar no cheque especial e fazer aquele pagamento parcial do cartão de crédito. Empréstimos também devem ser evitados, mesmo com membros da família. O ideal é conseguir se organizar para não gerar outros endividamentos;

2. Defina um destino certo para o dinheiro: Como destaca nesta matéria a contadora Simone Domingues,planejamento mensal é fundamental para fugir de futuros problemas financeiros. De acordo com ela, deve-se registrar em uma planilha o valor da renda total (independentemente de onde ela venha) e, em seguida, retirar dessa soma 20% para uma reserva. O restante deve ficar primeiramente para os gastos fixos (aluguel, impostos, etc.), depois para as contas com juros após o vencimento da data de pagamento e por último para aquelas que são negociáveis.

“Com um bom planejamento, ao final da previsão do mês, haverá dinheiro para ser gasto com lazer e diversão, que deve no mínimo ser de 5% da renda” – Afirma a especialista.

3. Enxugue gastos sem chororô: Gaste somente com o que for necessário, principalmente se você tiver um objetivo especial a ser alcançado. Controle seus impulsos e evite compras prazo. Procure também atividades de lazer que não envolvam despesas, como um boa pedalada ao ar livre e uma visita informal aos amigos e parentes;

4. Controle melhor o uso do cartão de crédito: Passe a controlar seus saldos mais frequentemente, pelo menos a cada 10 dias. Como já foi colocado, prefira comprar à vista e caso tenha sido mesmo necessário algum parcelamento, pague sempre o valor total da fatura;

5. Exponha seu plano de ajustes à família: Ela influi diretamente em sua vida e, consequentemente, em suas finanças pessoais. Por isso, é importante que ela esteja alinhada com as mudanças necessárias e com a postura de colaboração que deve ser adotada.

Para ter ainda mais controle de suas finanças conte com o Bob Software, o seu software de gestão empresarial. TESTE GRÁTIS hoje mesmo!

ebook-gestao-empresarial-eficaz

2 respostas a 5 Dicas para organizar as finanças pessoais em 2013

  1. SIMONE MARIA DE OLIVEIRA disse:

    Uma pessoa autônoma deve depositar quanto por Mês? Já que não tem FGTS.

  2. roberto disse:

    sou mei. e trabalho com mão de obra propria, na area de eletricidade e sou eletricista instalador, mas não estou sabendo cobrar preços de mão de obra, e as vezes compro material em meu nome e as vezes nem cobro nada a mais por isto, conclusão estou deixando de ganhar por ser bondoso. Por favor se vcs puderem me orientar a maneira correta de cobrar mão de obra e material eu ficarei grato pois sou micro empreendedor e não estou sabendo agir como deve ser um empresario, as vezes quando o mes vira eu tenho só um pouco de dinheiro que da só pra pagar as despesas que eu tenho com o proprio trabalho que é os encargos da enpresa, conbustivel, empregado e me sobra um pouco para as despesas de casa e quase nem da pra pagar tudo. por favor me ajude a obter uma boa sabedoria ao cobrar servços de mão de obra e material! obrigado!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


seis + 6 =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Experimente grátis ainda hoje o Bob Software!

Bob Software - Todos os direitos reservados - 2014 | Política de Privacidade

Desenvolvido por Agência Fósforo